Há um episódio clássico dos Simpsons em que o Homer se dá conta, no último dia, na última hora, no finzinho do prazo, de que esqueceu de entregar seu imposto de renda.

Homer, então, enfia às pressas meia dúzia de papéis amassados num envelope, rasga o envelope, enrola o envelope rasgado numa fita crepe, enfia-se no carro, sai em disparada, faz curvas em duas rodas, canta pneu, avança um sinal, provoca um acidente, falta um minuto para o posto do correio fechar, soam as badaladas de um sino, as portas de ferro do posto começam a se mover e…

… e Homer Simpson não resiste e para numa esquina para comer um cachorro quente.

“Homer on Tax Day” é sobre aquele hot dog; é sobre as coisas que são feitas como as salsichas, mas que são capazes, mesmo nas horas mais tensas, de fisgar nossa atenção.